41 3045 5012 | 47 3237 4779

Câmbio do Dia | 13/12/19 | Dólar: 4,27 | Euro: 4,76

Santa Bernadete e a Aparição à Gruta de Lourdes

January 19, 2018 | By: Domus

Santa Bernadette e a aparição à gruta de Lourdes

Luciana Burnett, mestranda em Teologia

                Santa Bernadette nasceu na França, mais precisamente no moinho de Boly, próximo a Lourdes. De família humilde, era a filha mais velha dos nove filhos do casal Francisco e Luísa. Quando criança, era babá e pastora.  Devido à crise financeira a família mudou-se em condições muito precárias para Lourdes, indo morar numa cadeia abandonada. A saúde da menina Bernadete sempre fora fraca e com as condições insalubres das celas, acabou desenvolvendo asma e padecendo de cólera. Por estas razões, ela nunca pode frequentar a escola e até os quatorze anos Bernadette permaneceu analfabeta.

                Foi em fevereiro de 1858, enquanto a menina, sua irmã e uma amiga buscavam lenha, que um acontecimento inesperado mudaria para sempre a história de Bernadete e da região. Ao passar pela gruta de Massabielle, Bernadette avistou uma mulher de branco com um rosário na mão e um cinto muito brilhante. Mais tarde, esta mulher da visão se apresentaria como Nossa Senhora da Imaculada Conceição.

                No início da aparição, a menina ficou temerosa e começou a rezar o terço, foi então que seu coração se encheu de paz e serenidade a ponto de saber que se tratava de uma santa visão. Mesmo sendo Bernadette uma menina analfabeta, de saúde frágil e vivendo em condições de extrema pobreza, recebeu a aparição da Virgem por seu caráter extraordinário, puro e simples. Foram 18 aparições ocorridas entre 11 de fevereiro e 16 de julho de 1857.

                Em uma das aparições, datada em 25 de fevereiro, Nossa Senhora pediu que Bernadette cavasse o chão da gruta Massabielle. No local, brotou uma fonte de água pura que jorrava 5 mil litros por dia, inclusive até os dias de hoje. Milhares de curas foram relatadas de pessoas que se banharam nas abençoadas águas da gruta de Lourdes.

                A senhora da aparição, solicitava a menina que comparecesse à gruta por 15 dias. E foi na 16ª aparição que lhe foi revelado como queria ser chamada a Virgem “Eu sou a Imaculada Conceição”. O padre local que conhecia Bernadette disse ser impossível que uma menina analfabeta conhecesse o Dogma (verdade de fé) da Imaculada Conceição, estabelecido quatro anos ante pelo Papa Pio IX, e por isto, não duvidara da autenticidade da visão.

                Bernadette realizou alguns milagres em vida, e muitos após a sua morte, que ocorreu em abril de 1897, no convento que passou grande parte dos seus dias dedicando-se como enfermeira aos necessitados e doentes. Bernadete, após confirmar a vocação para a vida religiosa nas Irmãs da Caridade de Nevers, sentia-se realizada, podendo demonstrar o amor de Deus a todos aqueles que sofriam. Assim viveu até sua morte, que ocorreu em Nevers.

                Após 30 anos, com a exumação de seu corpo (em função do processo de canonização), a igreja surpreendeu-se ao ver que este encontrava-se incorruptível. O hábito e o rosário em suas mãos estavam degradados pelo tempo, mas o corpo permanecia como o de alguém enquanto dorme.

                O mesmo pode ser visto em uma redoma de vidro, na Igreja do Convento de Saint Gildard de Nevers, França.

                A festa de Santa Bernadette é celebrada no dia 16 de abril. Na França, também celebra-se no dia 18 de fevereiro. Junto à gruta, foi erguido um belíssimo santuário, o Santuário de Nossa Senhora de Lourdes, que recebe anualmente milhares de peregrinos em ação de graças, pedidos de cura e devoção.

 

Curiosidades: O santuário recebe em média 6 milhões de visitantes ao ano. E um total de 350.000 pessoas banham-se na água das piscinas da gruta de Nossa Senhora de Lourdes anualmente. A temperatura padrão é de aproximadamente 12°C. Os visitantes querem a experiência de tocar a água que joga do rochedo, e é canalizada alimentando os chafarizes, algumas piscinas e o caminho das águas.

Texto produzido por: Luciana Burnett, mestranda em Teologia
Você encontra viagens que passam por Nevers e Lourdes com a DOMUS. Clique aqui.

avaliações